SUFICIENTE OU NÃO?

Quinta-feira 26 Setembro

Jesus nosso Senhor… o qual por nossos pecados foi entregue, e ressuscitou para nossa justificação.

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo

(Romanos 4:24-25; 5:1).

SUFICIENTE OU NÃO?

No que diz respeito à restauração do relacionamento entre os homens e Deus, será que o sacrifício de Cristo foi suficiente ou não?

Se foi suficiente, e Deus já está satisfeito, por que tantos cristãos ainda se sentem temerosos ou ansiosos?

Todos os que têm duvidas concernentes ao pleno perdão necessitam compreender o significado da perfeição do sacrifício expiatório de Cristo. Eles geralmente estão tão ocupados com seus próprios sentimentos e conceitos que não conseguem descansar nas promessas da Palavra de Deus. Eles analisam a própria vida ao invés de olharem para Cristo. Isso lhes rouba a paz de espírito. Somente, apenas, unicamente o Senhor Jesus, e não a profundidade de nosso arrependimento ou a força de nossa fé, é quem pode nos dar a paz duradoura. A memória de Deus é melhor que a nossa. Se a obra de Cristo se aplica somente aos pecados dos quais temos conhecimento, deveríamos ser condenados mil vezes. Porém, na cruz foi realizada uma plena redenção, tanto dos pecados que nos envergonhamos quanto daqueles que nem sabemos que cometemos.

Enquanto a culpa pesar na consciência de um crente, a felicidade lhe faltará e a verdadeira adoração também, pois ambas fluem de um coração cheio de paz e confiança em Deus. Da mesma maneira, nosso serviço e testemunho só é efetivo diante dos outros, quando temos tranqüilidade de estar face a face com Cristo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *