FRUSTRAÇÃO E ESPERANÇA

Terça-feira 31 Dezembro

Senhor, tu tens sido nosso refúgio, de geração em geração.

Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles

(Salmo 90:1; Lucas 24:29).

FRUSTRAÇÃO E ESPERANÇA

Chegou o fim do ano. É uma boa razão para olharmos para trás, antes de adentrarmos no desconhecido do ano novo.

Quando Moisés compôs o Salmo 90, uma oração a Deus, também olhou para acontecimentos passados. Os filhos de Israel estavam viajando no deserto e ainda não haviam alcançado a terra prometida. Portanto, não tinham um lugar de descanso. O “Deus eterno”, como Moisés o chamava, havia sido o refúgio deles por gerações, como a “geração do deserto” experimentou tão bem. Esse salmo não relata um mar de rosas. Mas Moisés acertou as contas com seu passado e podia olhar para o futuro com esperança.

Muitos de nós fomos marcados neste ano que passou. Talvez carreguemos amargura e dor. Os dois discípulos no caminho de Emaús estavam desapontados: “E nós esperávamos…” (Lucas 24:21). Mas as coisas mudaram. O próprio Senhor Jesus está disposto a vir em auxílio de quem se encontra nessa situação. Ele os fez ver a partir de uma perspectiva diferente. E aqueceu o coração deles. E atendeu ao convite que fizeram. E ficou com eles de uma maneira que jamais esqueceriam.

Ele também está conosco no limiar do ano novo, invisível, mas real – se O desejarmos de todo coração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *