Monthly Archives: agosto 2013

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DE 1 REIS (Leia 1 Reis 3:1-15)

Sábado 31 Agosto

Disse-lhe Deus: Pede o que quiseres que te dê

(1 Reis 3:5).

MEDITAÇÕES SOBRE O LIVRO DE 1 REIS (Leia 1 Reis 3:1-15)

Se hoje à noite o Senhor nos dissesse, como falou a Salomão: “Pede o que quiseres que te dê”, o que responderíamos? Não tenho certeza sobre quantos de nós desejaríamos receber em primeiro lugar um “coração entendido”. Fortuna, sucesso, diversão, viagens, um carro novo… são os desejos das pessoas deste mundo. Será que também são os nossos?

Um coração entendido é um pedido agradável diante de Deus e, portanto, Ele sempre estará disposto a concedê-lo. “Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente… e ser-lhe-á concedida” (Tiago 1:5). Essa não é uma oração que possamos fazer por alguém que se considera sábio aos seus próprios olhos (Provérbios 3:7). Mas Salomão não tinha uma opinião elevada sobre si mesmo: “Não passo de uma criança, não sei como conduzir-me” (v. 7). Perceba que aqui é o coração, e não a mente, que ouve e compreende.

Amor pelo Senhor é a chave para a verdadeira inteligência. Por fim, pensemos em nosso perfeito Exemplo que declara através da voz profética: “O SENHOR Deus… desperta-me o ouvido para que eu ouça como os eruditos” (Isaías 50:4).

TÃO PRÓXIMOS E TÃO LONGE!

Sexta-feira 30 Agosto

O Senhor olha desde os céus e está vendo a todos os filhos dos homens. Do lugar da sua habitação contempla todos os moradores da terra. Ele é que forma o coração de todos eles, que contempla todas as suas obras

(Salmo 33:13-15).

TÃO PRÓXIMOS E TÃO LONGE!

Estou em frente a um enorme bloco de apartamentos de uma grande cidade, observando o nome dos moradores, alguns nativos, outros claramente estrangeiros. Cada nome correspondia a uma personalidade com sua própria história; eram pessoas com almas vivas e com todas as alegrias e preocupações, esperanças e desapontamentos inerentes à natureza humana. E, apesar de viverem tão perto, é certo que experimentavam uma profunda solidão. Talvez nem mesmo conhecessem seus vizinhos, ou nem sequer se interessassem por eles, pois cada um tinha bastante trabalho cuidando da própria vida.

Mas existe Um que não deixa ninguém passar despercebido: Deus! “O Senhor olha desde os céus e está vendo a todos os filhos dos homens” afirma o salmo. Como Criador e Sustentador, Deus “forma o coração de todos eles”. Ele sabe o que cada pessoa sente. E não se esquece de ninguém, pois por amor Se revelou a nós na Pessoa de Seu Filho, Jesus. Ele conhece tudo o que nos perturba e desespera. Mas também conhece os pecados ocultos. “Porque seus olhos estão sobre os caminhos de cada um, e ele vê todos os seus passos” (Jó 34:21).

Deus deseja nos aproximar de Si e quer que lancemos aos Seus pés nosso fardo de culpa. Será que alguém tem maior amor ou interesse? Ele enviou Seu próprio Filho para morrer na cruz em nosso lugar. Isso não é razão suficiente para crermos em Sua Palavra e entregar nossa vida a Ele?

“LUZ EM SUAS HABITAÇÕES” (Êxodo 10:23

Quinta-feira 29 Agosto

Abre tu os meus olhos, para que veja as maravilhas da tua lei… Folgo com a tua palavra, como aquele que acha um grande despojo

(Salmo 119:18 e 162).

“LUZ EM SUAS HABITAÇÕES” (Êxodo 10:23)

Finalmente a eletricidade havia chegado àquela pequena vila em cima da montanha. Quando o trabalho acabou, o inspetor da companhia elétrica visitou casa por casa para se assegurar de que tudo estava em ordem. Em uma delas, ele perguntou à moradora se ela estava satisfeita. “Ah, muito. Agora quando anoitece já consigo enxergar melhor para poder acender meu lampião.”

Isso pode parecer engraçado, mas quando pensamos que milhões de pessoas tateiam nas trevas morais deste mundo tendo à disposição a Bíblia em suas casas, já não é tão engraçado assim! Muitos passam a vida inteira sem nem sequer abri-la. Vivem na escuridão e não sabem que esse livro revela Aquele que é “a luz do mundo”, que “ilumina a todo o homem que vem ao mundo” (João 8:12; 1:9).

Alguns ocasionalmente lêem uma página ou outra, geralmente os salmos, em ocasiões de enorme aflição. Mas isso não é suficiente! É o mesmo que preferir a luz de lampião.

Durante a história humana, houve incontáveis períodos em que possuir uma Bíblia era proibido. Às vezes os cristãos enfrentavam jornadas de dezenas de quilômetros, sob risco de perder a vida, para poderem ter acesso a leitura das raras cópias existentes. A Palavra de Deus não era somente a lâmpada e luz para o caminho (Salmo 119:105); era a fonte do “gozo e alegria do coração” deles (Jeremias 15:16).

Façamos uso sábio de nossa Bíblia: a mensagem que ela contém é para ser vivida, pois “a entrada das tuas palavras dá luz” (Salmo 119:130).

PROCURANDO OS HERDEIROS

Quarta-feira 28 Agosto

O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus, e co-herdeiros de Cristo

(Romanos 8:16-17).

PROCURANDO OS HERDEIROS

Um corretor de Wall Street, imigrante da Alemanha, morreu solteiro e sem deixar filhos. Sua fortuna era de 5 milhões de dólares. Um investigador recebeu a notícia da morte e começou a trabalhar na busca dos herdeiros. Revirou arquivos, listas telefônicas, agendas e todo o tipo de documento possível. Por fim, descobriu um parente distante, o qual precisava apenas assinar o certificado de herdeiro e pagar ao investigador pelo serviço realizado, honorários que lhe garantiriam uma bela fatia da herança.

Todos gostaríamos de ficar ricos do dia para a noite, repentinamente. Mas isso quase nunca acontece! No entanto, ainda se procura herdeiros para receberem uma herança incalculável, que todos são chamados a compartilhar e que não diminui à medida que aumenta o número de herdeiros. É a herança que Deus tem preparado para Seus filhos, as riquezas incomparáveis que Ele reservou para os que creem.

Quem tem direito a tal herança? Todos os que creem em Jesus Cristo, o Filho de Deus, se tornam também filhos de Deus e, portanto, herdeiros de Deus. E com outra vantagem: sem taxa nenhuma! Pelo contrário, Jesus Cristo, o Mediador, deu Sua vida na cruz para que os pecadores pudessem se tornar filhos e herdeiros de Deus.

Então não reclame se nenhuma herança não cair bem em seu colo. As riquezas escondidas em Cristo são infinitamente maiores, e duram por toda a eternidade.

O JORDÃO

Terça-feira 27 Agosto

Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim

(Gálatas 2:20).

O JORDÃO

O sangue do cordeiro pascal é um tipo da expiação pelo pecado. No Mar Vermelho temos a redenção e o livramento do poder do inimigo. Agora chegamos ao rio Jordão, que também é um tipo da morte de Cristo.

Até o Sinai, o povo de Israel foi guiado pela graça. A partir dali, eles estavam sob a lei, e no deserto aprenderam quão pecaminosa era a condição deles. Em numerosas ocasiões, o povo murmurou e desobedeceu a Deus e a Moisés. Também eram culpados de incredulidade e adoração a ídolos. Em uma palavra, o tempo de provação no deserto demonstrou cabalmente o quanto o ser humano é incorrigível. Embora os pecados tenham sido expiados e o povo liberto da opressão de faraó, ficou claro que “inclinação da carne é morte… é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser” (Romanos 8:6-7). Essa condição maligna impediu o povo de entrar na terra de Canaã.

Por essa razão, o Jordão tipifica o fim do homem “na carne”. Isso também se tornou uma realidade para o crente na morte de Cristo. Relativamente ao Jordão, ele reconhece: “Estou crucificado com Cristo”. Aqui não há nenhum inimigo afogado nas águas do rio; o crente entra na morte e ressurge novamente em Cristo, e nEle penetra nas esferas das “bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo” (Efésios 1:3). Por isso a arca da aliança teve de entrar no rio antes do povo. Esse era o poder que triunfou sobre a morte. As águas pararam, Cristo mergulhou na morte antes de nós. Mas, glórias a Deus, o crente também entra depois dEle e assim pode atravessar; como Israel entrou nas águas depois da arca. E todos chegaram a Canaã com os pés secos.

QUEM VAI MORRER?

Segunda-feira 26 Agosto

Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum

(Lucas 10:19).

QUEM VAI MORRER?

Cansados após um longo dia de viagem, um grupo de cristãos chegou a uma aldeia indonésia famosa por suas práticas ocultistas. Comida lhes foi oferecida, mas ficaram na dúvida se ela estava envenenada. O ambiente estava tenso: poderes invisíveis pareciam ameaçá-los. Os cristãos concluíram que desde que o Senhor Jesus lhes havia dado uma ordem para testemunhar a Seu respeito, e mandado comer o que lhes fosse oferecido, eles simplesmente teriam de confiar nEle.

Após a refeição, algumas orações foram feitas. Então um dos nativos entrou e disse: “A comida de vocês foi envenenada pelo nosso principal feiticeiro. Vocês estarão mortos ao nascer do sol”.

Os cristãos novamente se ajoelharam para orar, e suas orações foram mais intensas. Eles pediram a Deus que os preservasse com vida para testemunharem ao povo daquela região, escravizado sob o poder satânico através do medo dos feiticeiros e dos demônios.

Por volta das quatro horas da manhã, um homem surgiu da escuridão. Ansioso e apavorado, ele se jogou aos pés dos mensageiros de Cristo, gritando: “Me salvem, eu sou o feiticeiro que envenenou vocês, e sei que vocês não vão morrer. Quem vai morrer sou eu. A maldição se voltou contra mim. Me digam o que eu tenho de fazer para ser salvo!”.

Os cristãos responderam com Atos 16:31: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo”. Hoje há milhares de cristãos vivendo naquele distrito.