As Obras de Deus:

\"Os céus declaram a glória de Deus\" (Sl 19:1, NVI) Rádio a Voz do Evangelho

Ele nos ouve e nos responde:

Inclina, SENHOR, os teus ouvidos, e ouve-me, porque estou necessitado e aflito. Salmos 86:1

Somente o Senhor Jesus pode nos garantir Vida Eterna!

”E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.”

As moradas de Deus:

Como é agradável o lugar da tua habitação, Senhor dos Exércitos! Salmos 84:1

 

COMO LER A BÍBLIA

Convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos. Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras.

Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam

(Lucas 24:44-45; João 5:39).

COMO LER A BÍBLIA

“Quando escutamos a lei de Moisés, os salmos e os profetas, escritos anteriores à vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, devemos discernir a Cristo neles e compreender o que nos ensinam sobre Ele” (Agostinho).

“Toda a Escritura está orientada para Cristo. Cristo, o Filho do Deus vivo, é o verdadeiro núcleo da Sagrada Escritura? Assim a interpretação da Escritura não deve isolar certas passagens nem compreendê-las independente de seu centro, ou seja, de Cristo” (Martinho Lutero).

A Bíblia não é um livro de história nem de moral, mas é a Palavra de Deus. É o livro no qual Deus registra Seus pensamentos, Seu amor e Seu projeto para a humanidade. Todo o plano de Deus tem como meta destacar a perfeição de Seu Filho Jesus Cristo e a grandeza de Sua obra na cruz. Lendo a Bíblia somos, pois, levados a conhecer melhor o próprio Cristo.

Deus Se revelou a nós através de Cristo, que veio como homem entre os homens. Seu amor, humildade, santidade, paciência, disposição frente às necessidades tão variadas dos seres humanos estão expostos na Palavra de Deus. A Bíblia não é um livro comum, e não pode ser lido como um livro comum. Há uma chave para entender a Bíblia: a fé.

A Bíblia Apresenta a Única Verdade

A Bíblia Apresenta a Única Verdade

“Toda a Escritura Divinamente Inspirada, é proveitosa para ensinar, para redarguir,
para corrigir, e para instruir em justiça, para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra” (2ª de S.Paulo a Timóteo, cap.3, vers.16,17).

“Porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo” (2ª de S.Pedro, 3:21).

“Nem um jota nem um til se omitirá sem que todas as coisas sejam cumpridas” (Evangelho S.Mateus 5:18).

“O céu e a terra passarão, mas as Minhas Palavras (de Jesus) não hão-de passar” ( Evangelho S.Mateus 24:35).

“Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até à divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração. E não há criatura alguma encoberta diante de Deus, antes todas as coisas estão nuas e patentes aos Olhos d’Aquele com Quem temos que tratar” (Epístola aos Hebreus 4:12,13).

 

O AVISO DE DEUS

“Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs subtilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo” (S.Paulo aos Colossenses 2:8).

“Ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que vos tenho anunciado, seja maldito, porque este evangelho não é segundo homem, mas segundo a Revelação de Jesus Cristo” (S.Paulo aos Gálatas 1:18, 11 e 12).

QUAL A POSIÇÃO DE CADA PESSOA PERANTE DEUS ?

“Todos pecaram, e estão destituídos da glória de Deus. Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer.” (Romanos 3:23, 10).

“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? Eu, o Senhor, esquadrinho o coração, Eu provo os pensamentos” (Jeremias 17:9,10).

 

“Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós.” (1ª S.João 1:8).

 

“O salário do pecado é a morte.” (Romanos 6:23a).

 

O JUÍZO É CERTO E INEVITÁVEL

“Assim como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disto o Juízo” (Hebreus 9:27).

“Quem nEle crê, não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no Nome do Unigénito Filho de Deus. E a condenação é esta: A Luz (Jesus) veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a Luz, porque as suas obras (dos homens) eram más” (S.João 3:18,19).

 

 

ENTÃO, COMO SE OBTÉM A SALVAÇÃO ?

Não é pela moralidade

“Há um caminho que ao Homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte”. (Provérbios 14:12).

Não vem pelas obras (por aquilo que se faça de bem)

“Porque pela graça sois salvos, e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie” (Efésios 2:8,9).

“Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a Sua Misericórdia nos salva pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo…. para que sendo justificados por Sua Graça sejamos feitos herdeiros, segundo a esperança da Vida Eterna”. (Tito 3:5,7)

Não é pelo prestígio, poder ou fama

“Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, e perder a sua alma?” (Evangelho de S.Mateus 16:26)

Também não é pela obediência à lei ou aos mandamentos

“Porque todo aquele que guardar toda a lei e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos” (S.Tiago 2:10).

“Sabendo que o Homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada.” (Gálatas 2:16).

“Mas agora se manifestou sem lei a Justiça de Deus, sendo justificados gratuitamente por Sua Graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. Concluímos pois que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei. (Romanos 3:24,28)

 

O SENHOR JESUS É O ÚNICO QUE PODE SALVAR

“Porque há Um só Deus, e Um só Mediador entre Deus e os Homens: JESUS CRISTO Homem, O Qual se deu a Si Mesmo em preço de redenção por todos” (2ª Timóteo 2:5,6).

“E em nenhum Outro há salvação, porque também nenhum outro Nome há dado entre os homens pelo Qual devamos ser salvos.” (Actos 4:12).

 

“Disse Jesus: Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai senão por Mim.” (Evangelho S.João 14:6).

 

“Esta é uma Palavra Fiel e digna de toda a aceitação: Que Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores.” (1ª Timóteo 1:15).

 

O único mandamento para a salvação

 

“O Seu Mandamento é este: Que creiamos no Nome do Unigénito Filho de Deus” (1.João 3:23)

 

QUERO SER SALVO; O QUE DEVO FAZER ?

“Que é necessário que eu faça para me salvar ? – Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo. (Actos 16:30,31).

“Ora, sem Fé, é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe, e que galardoador dos que O buscam” (Hebreus 11:6).

 

“Se confessarmos os nossos pecados a Deus, Ele é Fiel e Justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça.” (1ª S.João 1:8,9).

“A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus O ressuscitou dos mortos, serás salvo, visto que com o coração se crê para a justiça e com a boca se faz confissão para a salvação. Porque todo aquele que invocar o Nome do Senhor será salvo.” (Romanos 10:9,10,13).

A salvação de Deus é eterna

“Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a Minha Palavra, e crê nAquele que me enviou, tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida” ( Evangelho S.João 5:24).

“Eu dou-lhes a Vida Eterna, e jamais perecerão, e ninguém os arrebatará da Minha Mão.” (Evangelho de S.João 10:28).

“O que vem a Mim, de maneira nenhuma o lançarei fora.” (S.João 6:37).

Mas considere as consequências se rejeitar a salvação de Deus

“Aquele que não crê no Filho, não verá a vida, mas a Ira de Deus sobre ele permanece.” (Evangelho de S.João 3:36).

“Aquele que não nascer de novo – não da carne, mas do Espírito – não pode ver o Reino de Deus.” (Evangelho de S.João 3:3).

 

“Se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.” (S.Lucas 13:3).

 

LEIA AINDA ESTES VERSÍCULOS DA BÍBLIA

Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho Unigénito para que todo aquele que nEle crê não se perca, mas tenha a Vida Eterna. (Evangelho S.João 3:16).

Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a Minha Voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei e ele comigo. (Apocalipse 3:20).

 

Eis aqui agora o tempo aceitável. Eis aqui o dia da salvação. (2ª Coríntios 6:2).

 

NOTA FINAL

Como pôde ver pelos trechos bíblicos transcritos, se se dirigir de forma directa, sincera e humildemente a Jesus Cristo (a isto se chama orar), crendo que Ele o(a) pode salvar agora, será salvo(a). Nada mais precisará de fazer. Creia em Jesus Cristo e na Sua Palavra (a Bíblia). Se desejar, pode orar da seguinte maneira (a sua oração deve prover de si próprio, com as suas palavras):

“Senhor Jesus, eu reconheço que sou um(a) pecador(a), mas estou arrependido(a) dos meus pecados, e peço-Te que me perdoes. Agradeço-Te por teres levado o meu castigo, morrendo na cruz em meu lugar. Desejo agora, sinceramente, receber-Te como Meu Salvador Pessoal. Dá-me a Tua salvação e o dom da Vida Eterna. Obrigado. Em Teu Nome. Amen.”

Se fez esta oração (ou outra, com as suas palavras) com sinceridade, arrependido(a), está salvo(a). Que Deus o(a) abençoe.Contacte-nos, se desejar conversar em confidencialidade. Garantimos que não revelaremos qualquer elemento (correio electrónico, comentário ou pergunta) a quem quer que seja.

“Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de Mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.
(Jesus Cristo, in Evangelho Segundo S.Mateus, 11:28-30)

O VESTIDO DE CASAMENTO DA NOIVA DO CORDEIRO

E foi-lhe dado que se vestisse de linho fino, puro e resplandecente; porque o linho fino são as justiças dos santos

(Apocalipse 19:8).

O VESTIDO DE CASAMENTO DA NOIVA DO CORDEIRO

Em Apocalipse 19 se fala das bodas do Cordeiro que acontecerá no céu. O Cordeiro se refere ao nosso Senhor Jesus Cristo. E quem é Sua noiva? É o conjunto de todos os crentes salvos desde Pentecoste até o arrebatamento da Igreja. Todos os seres humanos que durante esse período de tempo creram nEle como Senhor formam, em conjunto, a esposa do Cordeiro.

Ela veste um magnífico vestido de casamento feito de linho fino, “puro e resplandecente”. A Bíblia nos explica o que tal tecido representa: “as justiças dos santos”. Será que por um momento pensamos que como crentes neste mundo estamos confeccionando o vestido de casamento que vestiremos um dia? “As justiças dos santos” incluem tudo o que fazemos na virtude e na direção do Espírito Santo.

Em Hebreus 6:10 lemos: “Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis”. Ele não esquece nada. Toda boa obra que Deus preparou de antemão e que tenhamos realizado será contada como uma parte desse precioso vestido de noiva.

Mas não esqueçamos que tudo é por Sua graça, pois “foi-lhe dado que se vestisse”. O apóstolo Paulo disse: “Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo” (1 Coríntios 15:10).

Como Ter Fé

Como Ter Fé

Randall Price

O que é fé? Como você sabe que tem fé? Será que ela vai fazer o que você espera que ela faça?

As pessoas exercem fé todos os dias sem perceberem. Elas vão ao médico, recebem as receitas que não conseguem ler e tomam os medicamentos sobre os quais pouco conhecem. Na verdade, a maior parte das pessoas faz isso sem examinar as credenciais do médico, sem questionar a validade da receita e sem investigar os efeitos do medicamento. Elas poderiam estar se matando, mas nunca pensam duas vezes sobre o assunto. Simplesmente confiam que o médico sabe o que está fazendo e que o medicamento vai ajudar. Isto é fé.

No entanto, tal fé é insuficiente quando se chega às grandes decisões da vida: qual faculdade freqüentar, que carreira seguir, com quem se casar. Estas não são coisas que a maioria das pessoas aceita cegamente. Elas estudam os benefícios de cada faculdade, preparam suas carreiras e pensam longa e seriamente sobre passar ou não o restante de suas vidas com alguém.

Uma das decisões mais importantes que tomaremos em nossa vida será onde passaremos a eternidade. Contudo, muitas pessoas nunca questionam sua fé nem avaliam em quem ou em quê estão confiando. Não obstante, se vamos tomar decisões espirituais – decisões de vida ou morte – que contam tanto para o tempo quanto para a eternidade, deveríamos ter certeza de que entendemos que tipo de fé Deus aceita.

O Novo Testamento define fé em Hebreus 11.1: “Ora, a fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem”. A fé é, primeiramente, um entendimento de que aquilo que nós cremos é real e não uma ilusão, um sonho ou um truque.

É por isso que, por todo o Novo Testamento, os escritores desafiaram as pessoas a examinarem as evidências da vida de Jesus, Sua morte e ressurreição. Lucas, um dos escritores dos Evangelhos, disse no início do livro que leva o seu nome: “A mim me pareceu bem, depois de acurada investigação de tudo desde a sua origem, dar-te por escrito (…) uma exposição em ordem, para que tenhais plena certeza das verdades em que foste instruído” (Lc 1.3-4).

Fé real é fé em coisas reais. Ela entende que aquilo que Jesus Cristo fez foi fato histórico, não ficção.

Fé real é fé em coisas reais. Ela entende que aquilo que Jesus Cristo fez foi fato histórico, não ficção. Mas a fé bíblica é ainda mais. Hebreus 11.1 a chama de “certeza”. Fé é certeza. Ela aponta para a realidade de uma garantia que repousa sobre o fundamento daquilo que se espera. É a convicção de que os fatos históricos não são meramente verdadeiros da mesma forma mundana como os fatos da história mundial que aprendemos na escola; eles são a verdade que Deus revelou para que possamos conhecê-lO pessoalmente.

Mas a fé real é ainda mais. Ela não é meramente saber – mesmo estando convicto – de que algo é verdadeiro; mas envolve aceitação de que aquilo é verdadeiro para você. Pode não ser verdadeiro para a igreja, nem para o pregador, nem para o seus pais, nem para seus amigos, mas é verdadeiro para você.

Em meados dos anos 1900, o ousado Charles Blondin freqüentemente espantava as audiências ao caminhar em uma corda-bamba sobre as Cataratas do Niágara, com um homem em seus ombros. Um dia, quando estava quase começando a travessia, perguntou a um homem da audiência se achava que seria bem-sucedido.

“Sim”, respondeu o homem. “Você consegue fazê-lo”. Então, Blondin perguntou-lhe se ele tinha certeza disso. “Sim”, disse o homem. “Tenho realmente certeza de que você conseguirá”.

“Bom”, disse Blondin, “como meu ajudante costumeiro não está aqui hoje, eu preciso que você vá em meus ombros”.

Aí o homem estava enfrentando uma questão real de fé. Ele disse que acreditava, mas será que estava disposto a colocar sua vida em risco?

Veja, a fé não é fé até que seja tudo com o que você pode contar. Nossa fé é apenas tão boa quanto aquilo em que ela está firmada. É por isso que devemos ter certeza que nossa fé está firmada em algo que pode fazer por nós aquilo que promete fazer. Não importa quanto você confie em seus pais, na sua religião, em sua igreja, nos seus rabinos, sacerdotes ou pregadores. Nenhum destes pode lhe dar vida eterna quando você morrer. Eles podem ser capazes de ajudar você agora, mas não poderão ajudá-lo depois, porque também irão morrer. O problema não é que não queiram ajudá-lo. O problema é que não têm poder para isso.

O Único que pode ajudá-lo é Deus. Ele mesmo, que veio aqui como Homem para morrer em seu lugar e pagar a penalidade por seus pecados. Deus provou que tem poder para dar-lhe vida além da sepultura, porque Ele mesmo derrotou a morte e vive para sempre. Deus fez o que prometeu que faria; e agora Ele pode fazer por você o que promete que fará: dar-lhe vida eterna se você crer.

Alguns podem dizer: “Não sei se consigo fazer isso. Minha fé não é forte o suficiente”. Deixe-me responder a isto com uma pequena história:

Um menino havia esperado pelo primeiro frio intenso do inverno para poder ir andar de patins no gelo. Agora que o dia havia chegado, ele correu pelas encostas cobertas de neve até o lago, que estava brilhando com uma camada de gelo recém-formada. Confiantemente, ele correu em cima do gelo. Mas, quando avançou apenas alguns metros para dentro do lago gelado, o gelo quebrou e ele caiu dentro do buraco até a altura da cintura. O que aconteceu de errado? Ele acreditava sinceramente que o gelo agüentaria seu peso. O problema, logicamente, não estava em sua fé, mas no objeto de sua fé.

Depois de mais alguns dias de frio, ele voltou ao lago por causa da insistência de amigos. Mas agora ele estava com medo de confiar novamente no lago. Relutantemente, ele começou a andar no gelo, nervoso e trêmulo. Mas, sabe o que aconteceu? A despeito de sua fé hesitante, o gelo agüentou firme.

Veja, não é a força da nossa fé que importa, mas a força dAquele em quem depositamos nossa fé. Uma fé fraca pode receber um Salvador forte, pois a salvação não depende do nosso poder, mas do poder dEle.

Você já confiou sua vida a Jesus Cristo, que pode sustentá-lo para todo o sempre? Para fazer isso, você precisa abandonar todas as outras coisas nas quais confia e confiar somente nEle. A fé em Cristo não é fé até que Ele seja tudo em quem você está se apegando. Cristo é capaz de sustentar você para sempre, o tempo todo, até à eternidade. (Randall Price - Israel My Glory - http://www.chamada.com.br)

DOIS GRUPOS SEPARADOS PELO NASCIMENTO

O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito

(João 3:6).

DOIS GRUPOS SEPARADOS PELO NASCIMENTO

Há dois grupos neste planeta. Cada ser humano caiu da graça e tem uma natureza pecaminosa. Todos os que nasceram neste mundo pertencem a este grupo. E a maioria dos seres humanos permanece nele.

O segundo grupo é composto pelos que, além do nascimento natural, nasceram de novo pela vontade de Deus e, portanto, têm a natureza de Deus.

A diferença entre os dois grupos é colossal!

Muitas pessoas, ignorando o que significa nascer de Deus, pensam que com um verniz de educação e bons sentimentos, a velha natureza pode se tornar santa e pura. Outros pensam que a conversão é uma mudança da velha natureza, que a Escritura chama de “carne”, em uma natureza santa e pura. Estamos enganados se achamos que a regeneração resulta da aplicação de um pouco de água no ritual do batismo, ou que é uma purificação e reforma da “carne”.

Em nenhum lugar da Bíblia é dito que a “carne” pode ser mudada. Tais ensinos errados geram frustração quando percebemos a influência que a velha natureza e seus desejos corrompidos possuem sobre nós.

Regeneração é uma “nova criação” (2 Coríntios 5:17), e acontece quando se nasce do Espírito Santo com a natureza de Cristo Jesus. Todo o que nEle crê é nascido de Deus, tem uma natureza sem pecado e possui a vida eterna (1 João 3:9; 5:1 e 13). Essa é uma obra extraordinária, além de toda imaginação humana!

A natureza, a forma de viver, e o destino de cada grupo são totalmente opostos entre si. Porém, o que nos maravilha é que o Filho de Deus veio para nos dar a opção de mudar de grupo!

“Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância” (João 10:10).